Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Dicas de chás para combater o estresse

Dicas de chás para combater o estresseHá dias em que tudo parece acontecer ao mesmo tempo: o patrão pega no seu pé, alguém da família adoece, a grana acaba… No meio da correria para dar conta de tudo, bate aquele cansaço, que logo vira estresse. Isso acontece porque o corpo pede socorro, aumentando os níveis do hormônio cortisol no sangue. Mas é possível repor as energias e tocar a vida de forma leve. Como? Basta tomar chá de ervas relaxantes!

Camomila (Matricaria Chamomilla)

Parte usada: flor.

 

Erva-cidreira (Lippia alba)

Parte usada: folhas.

 

Erva-doce (Pimpinella anisum)

Parte usada: semente.

 

Hortelã de horta (Mentha crispa)

Parte usada: folhas.

 

Capim-limão (Cymbopogon citratus)

Parte usada: folhas.

 

Sete-sangrias (Cuphea ingrata)

Parte usada: planta toda.

 

Alfazema (Lavandula oficcinalis)

Parte usada: flor

 

Melissa (Melissa oficinalis)

Parte usada: flor.

 

Maracujá (Passiflora edulis)

Parte usada: folhas.

 

Anis-estrelado (Illicium verum)

Parte usada: semente e caule.

 

Jambolão (Syzygium jambolanum)

Parte usada: folhas.

 

Tília (Tilia cordata)

Parte usada: folhas.

Modo de preparo: ferva uma xícara (chá) de água e despeje nela uma colher (chá) da erva. Tampe por 15 minutos e tome (se possível, sem adoçar).

Consumo: no caso de estresse moderado, beba até três xícaras (chá) ao dia. Se o cansaço for intenso, ingira de quatro a seis xícaras diariamente.

Contra-indicação: mulheres grávidas devem consultar um médico antes de consumir qualquer chá relaxante. Já os hipertensos não podem tomar a bebida feita com as ervas citadas, pois elas possuem substâncias estimulantes

 

Alecrim (Rosmarinus officinalis)

Parte usada: folhas.

Modo de preparo: adicione uma colher (sobremesa) de alecrim à uma xícara (chá) de água fervente e tampe por dez minutos. Beba uma dose de manhã e a outra à tarde.

 

Potencialize o efeito:

Misture duas das ervas. Vale colocar uma ou meia medida indicada para cada planta na mesma medida de água. No dia-a-dia, alterne os sabores.

Dispense o açúcar. O produto possui componentes que podem  neutralizar o efeito calmante da bebida. Se for inevitável adoçar, use o mínimo possível.

Se a erva for em folha ou galho, pique-a. Se em semente, esmague com uma colher – isso ajuda a extrair melhor as substâncias da planta.

Conteúdo: Revista Viva Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest